08/06/2022
por Assessoria de Comunicação

Senado convoca bancas a enviarem propostas

Reprodução Diário Oficial da União 08/06/2022

O Senado Federal publicou um aviso de chamamento público convidando bancas a enviarem propostas para organização do próximo concurso da Casa Legislativa. A informação consta no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 8.

As bancas terão um prazo de 12 dias úteis para envio das propostas. O Senado irá analisar os documentos para definir qual instituição será contratada para organizar e operacionalizar o concurso público. 

Entre as atribuições da banca organizadora estão: finalizar o edital, receber as inscrições em seu site, viabilizar e aplicar as etapas, como provas objetivas. No último concurso Senado, realizado em 2012, a Fundação Getulio Vargas (FGV) foi a escolhida. 

Em 2019, um concurso para o Senado Federal chegou a ser autorizado. Na ocasião, oito bancas organizadoras enviaram propostas para ficar à frente da seleção: 

  • Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe);
  • Instituto Acesso de Ensino, Pesquisa, Avaliação, Seleção e Emprego;
  • Instituto AOCP;
  • Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC);
  • Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan);
  • Instituto Mais de Gestão e Desenvolvimento Social (Imais);
  • Fundação Getulio Vargas (FGV);
  • FUNRIO - Fundação de Apoio à Pesquisa, Ensino e Assistência à Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro e ao Hospital Universitário Gaffrée e Guinle da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO).
  • O Cebraspe foi o indicado para ser contratado para aplicação das provas. No entanto, durante a pandemia da Covid-19, em 2020, os preparativos foram suspensos. A justificativa foi a contenção de gastos diante da situação epidemiológica.

Apenas em 2022, o processo foi retomado com uma nova autorização para o concurso para 19 vagas. Dessa vez, há previsão de vagas para consultor legislativo, por exemplo, que não tinha sido contemplado no aval de 2019. 

Como há novos cargos e parâmetros, os trâmites internos para o concurso tiveram que ser reiniciados. O que inclui a escolha da banca organizadora.

Próximos passos do Concurso do Senado:
  • Escolha da banca.
  • Publicação do edital.
Concurso Senado oferece iniciais de até R$34 mil:

O concurso para o Senado Federal foi autorizado em abril deste ano. A Comissão Diretora aprovou o preenchimento de 19 vagas imediatas, mais cadastro de reserva, para carreiras de nível superior. Os salários iniciais podem chegar a R$34 mil.

A seguir, confira quais cargos serão contemplados no concurso, o número de vagas, requisitos e salários: 

  • Técnico legislativo - policial legislativo: vagas: 6.
Requisitos: nível superior completo em qualquer área e a Carteira Nacional de Habilitação na categoria B (requisito de escolaridade deixou de ser nível médio em abril de 2022)

Remuneração inicial:  R$20.410,07, já incluindo o auxílio-alimentação de R$982,28

  • Analista legislativo: vagas: 10.
Ssendo uma para cada uma das seguintes áreas: Administração; Arquivologia; Assistência Social; Contabilidade; Enfermagem; Informática Legislativa; Processo Legislativo; Registro e Redação Parlamentar; Engenharia do Trabalho; Engenharia Eletrônica e Telecomunicações.

Requisitos: nível superior completo na área que deseja concorrer

Remuneração inicial: R$26.880,04, já incluindo o auxílio-alimentação de R$982,28

  • Advogado: vagas: 1
Requisitos: Bacharelado em Direito e inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil

Remuneração inicial: R$34.443,96, já incluindo o auxílio-alimentação de R$982,28

  • Consultor Legislativo: vagas: 2 (sendo uma para Assessoramento em Orçamentos e uma para Assessoramento Legislativo)
Requisitos: nível superior completo

Remuneração inicial: R$34.443,96, já incluindo o auxílio-alimentação de R$982,28

Concurso Senado já tinha estrutura de provas definida
Folha Dirigida teve acesso ao projeto básico do então concurso Senado autorizado em 2019. O documento continha dados, como cargos, vagas, estrutura de provas e disciplinas que serão cobradas.

Segundo o projeto do edital, os candidatos seriam avaliados pelas seguintes etapas:

► Policial legislativo: prova objetiva; prova discursiva; exame de sanidade física e mental; teste de aptidão física; exame psicotécnico; sindicância de vida pregressa e investigação social; prova de títulos.

► Analista legislativo: prova objetiva; prova discursiva; prova prática (para especialidade de registro e redação parlamentar); prova de títulos.

► Advogado: prova objetiva; prova discursiva; prova oral; prova de títulos.

O cargo de consultor legislativo não tinha estrutura de prova prevista, pois não constava na autorização do referido concurso. 

As provas objetivas e discursivas seriam aplicadas em todas as capitais dos estados e no Distrito Federal. As outras fases ocorreriam somente na capital federal, inclusive a prova discursiva para o cargo de advogado.

Tal estrutura pode ser mantida no próximo concurso ou passar por mudanças a partir das determinações da comissão examinadora.

O Senado Federal já elaborou uma página oficial para seu novo concurso público. O site reúne as principais informações sobre a seleção, provas anteriores, documentos oficiais, material didático para estudo como livros para download gratuito, vídeo-aulas e cursos abertos à sociedade. 

De acordo com o órgão, o conteúdo disponibilizado é apenas um referencial para estudo. "Cabe ao candidato selecionar o material que considere mais adequado para sua preparação, visto que o site não determina o conteúdo das provas", informou.

Há cursos e videoaulas, por exemplo, do Instituto Legislativo Brasileiro (ILB), que apresentam o passo a passo da criação de leis no Senado e na Câmara. 

Fonte: Folha Dirigida.


IGEPP: líder imbatível em aprovações no legislativo. 57% dos aprovados no Senado e 44% dos aprovados na Câmara dos Deputados.

  • Supercursos e Pós-graduação do IGEPP para o Senado:






Novidades do Mês do Namorados: Combos Exclusivos! Para você e para o amor da sua vida!

1. Combo Pós 2 em 1:  Pós-graduação EAD em Direito Parlamentar e Processo Legislativo + Supercurso Senado On-line (Processo Legislativo) 

2. Combo Pós 2 em 1: Pós-graduação EAD em Gestão Pública Legislativa + Supercurso Senado (Administração)

3. Combo: Pós + Pós: Pós-graduação EAD + 2ª Pós gratuita (Escolha uma Pós e ganhe outra de bônus)

4. Combo Supercursos 3 em 1:
Supercurso Senado On-line (Processo Legislativo)
Supercurso Gestor (EPPGG e Gestor DF)
Supercurso Câmara (Analista e Técnico Legislativo) 




O que achou desta notícia?


Palavra do Aluno

“Oi! Boa Tarde! Me nome é Olávia Cristina Gomes Bonfim, fui aprovada em 1º lugar para o cargo de consultor legislativo, área Constituição e Justiça, da CLDF. Fiz um curso com vocês no IGEPP online. Gostaria de agradecer pela contribuição na minha aprovação!” 

Aprovada em primeiro lugar para o cargo de Consultor Legislativo, área Constituição e Justiça, do Concurso da Câmara Legislativa do Distrito Federal (2018)

Olávia Cristina Gomes Bonfim

Câmara Legislativa do Distrito Federal - Consultora Legislativa

"Percebi que o IGEPP não mede esforços para oferecer um bom ensino. O corpo docente é muito bom! Tive aula com os melhores professores de cada tema, muitos vieram de outros estados. As matérias são bem divididas e temos apoio on-line. Além disso, a parte administrativa do IGEPP é muito boa. Quando o tempo é curto, uma boa organização no curso é fundamental."

Utilizou a Pós para melhor colocação profissional na empresa que trabalha.

Bruno Varjão

"Eu não era servidor público antes de estudar no IGEPP. Depois de dois anos de estudos, tomei posse na Agência Espacial Brasileira, estou aguardando ser chamado para o MPOG e para  Auditor de Controle Interno do Distrito Federal.

Aprovado para a Agência Espacial Brasileira, MPOG e Auditor de Controle Interno do DF.

Rafael Duarte de Paula Silva

"Eu já era servidora pública e com o conteúdo ministrado na Pós em Gestão Pública do IGEPP, consegui outra aprovação: no primeiro concurso para Gestor de São Paulo. Na minha opinião, essa é a melhor instituição do mercado que prepara as carreiras de Gestão."

Aprovada para APPGG/ SP - 2015 (Analista de Políticas Públicas e Gestão Governamental de São Paulo).

Ellen Carolina Bandeira

"Cursar a Pós em Gestão Pública no IGEPP foi uma oportunidade de conhecer melhor a Administração Pública Federal. Com o amplo conhecimento e embasamento teórico conquistados, pude aplicá-los na rotina do órgão público onde trabalho."

Cursou a Pós em Gestão Pública para aplicar os conhecimentos no órgão público que trabalha: Ministério da Justiça. Aguarda sair o edital de Gestor Público Federal. 

José Albuquerque Nogueira

"Estudei no IGEPP, fui aprovada para Analista de Políticas Sociais e fiquei encantada com o nível dos professores e a proximidade da Secretaria Acadêmica com os alunos. Resolvi cursar a Pós em Gestão Pública, que me ajudou tanto em passar em outros concursos públicos, como também na seleção interna do órgão que eu trabalhava. Logo após o fim das aulas, saiu o edital para Analista de Gestão Pública do MPU, consegui aprovação e é o cargo que ocupo hoje."

Aprovada para Analista de Gestão Pública do MPU/ 2013 e para Gestor Público Federal (Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental do MPOG)/ 2013.

Cecília Lamounier

A preparação oferecida pelo IGEPP é de fato diferenciada, sendo de grande relevância para candidatos que estão em estágio mais avançado nos estudos e na experiência em concursos, o que se percebe inclusive pelo nível dos alunos que a escola atrai.

Airton Luciano Aragão Júnior

A INSTITUIÇÃO    |    CURSOS    |    PROFESSORES    |    EVENTOS    |    NOTÍCIAS    |    CONTATO
IGEPP ONLINE 2022 © | Todos os direitos reservados
SCRN 708/709 Bloco A sala 201 - ASA NORTE - Brasília/DF - CEP: 70741-610